Audax 2009: um grande feito, apesar das trapalhadas da Polícia Rodoviária Estadual

a href=
> Veja aqui as fotos do Audax Floripa 2009

Nem a chuva fina na madrugada fria, nem a descabida proibição da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) impediram a realização do Audax Floripa 2009, ocorrido em Florianópolis no último domingo, 28 de junho. O evento ciclístico, que reuniu 340 participantes, ocorre sob licença do Audax Club Parisien, que organiza a prova e registra os tempos dos participantes de todo o mundo desde 1921.

A etapa realizada em Floripa teve um percurso de 200 km, contornando praticamente toda a Ilha, a partir do Costão do Santinho, e repetindo alguns trechos para fechar a distância estabelecida. Os 259 participantes que cumpriram todo o trajeto, até um tempo limite de 13h30m, receberam um “brevet” que os habilita a participar da etapa seguinte, de 300 km. Esta etapa ocorrerá em Criciúma, em setembro.

A filosofia do Audax prioriza a superação pessoal e a contemplação dos trajetos, não é uma prova competitiva. Cada participante é autônomo e, pelas regras da prova, não pode receber auxílios externos (embora a solidariedade seja freqüente entre os que estão pedalando) e deve submeter-se à legislação de trânsito vigente. Ademais, todos os inscritos são obrigados a usar capacete, sinalização de segurança e colete reflexivo, além de serem assistidos por apólice de seguro de vida.

Cerca de 75% dos inscritos no Audax vieram de outras cidades e estados. Este dado reforça o propósito do evento, o foco no Cicloturismo, o uso da bicicleta para conhecer e interagir com os lugares. Sob o ângulo privilegiado de quem pedala, os visitantes puderam apreciar as mais belas paisagens de Floripa, passando por Canasvieiras, Jurerê, Santo Antonio, Cacupé, Centro, Ribeirão da Ilha, Armação, Pântano do Sul, Lagoa da Conceição, Praia Mole e Rio Vermelho.

Trata-se de um evento de suma importância para Floripa, especialmente na atual conjuntura, em que a cidade registra a triste marca de estar entre os piores locais do mundo em questões de mobilidade urbana. Estimular o uso da bicicleta, transporte ecologicamente correto e que pode ser um grande aliado para desafogar o trânsito, é um grande mérito do Audax e que deveria ser levado em consideração por todas as autoridades e agente públicos que querem o bem da cidade.

A Polícia Rodoviária e o desserviço aos 340 cidadãos de bem

No entanto, um fato bastante lamentável causou vergonha a toda Florianópolis, anfitriã pela primeira vez de um evento da envergadura do Audax. Embora todos os trâmites legais tenham sido cumpridos pela organização, que enviou pedido formal de autorização 20 dias antes da realização da prova, o comando local da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), numa clara demonstração de incompetência e desrespeito, tratou de proibir o Audax dois dias antes da data marcada.

Na véspera, em contato com grande parte dos inscritos (num total de 447 pessoas), os organizadores assumiram o cancelamento da prova, colocando-se à disposição para devolver a quantia paga na inscrição. Porém, como ninguém se sentisse “fora de lei” apenas por andar de bicicleta, não houve nenhum pedido de devolução.

Assim, ficou acertado entre os próprios participantes que todos largariam, embora a prova estivesse oficialmente cancelada. Pouco antes do horário previsto para o início (6 da manhã), um dos organizadores do Audax, o sr. Milton Della Giustina, referência em ciclismo competitivo e questões de mobilidade urbana, recebeu uma ligação do comandante da PRE com o seguinte comunicado: “o governador do Estado proibiu a realização deste evento.” Ao que lhe foi respondido, conforme decisão da véspera, que a prova estava cancelada, embora não houvesse nenhum dispositivo legal que impedisse os ciclistas de pedalarem por conta própria na cidade.

Não bastasse o telefonema, os policiais protagonizaram ainda uma atitude que beirou o ridículo. Viaturas passavam pelos pedalantes no Rio Vermelho, de megafone em punho, gritando que “aquele evento não estava autorizado, e os participantes estavam correndo risco de morte”. Um vergonhoso contrasenso, por 3 motivos:

1) Embora a justificativa da proibição tenha sido a “falta de efetivo”, 4 viaturas da PRE estavam envolvidas na patética ação descrita acima

2) Com a descabida proibição da PRE, todo o serviço de sinalização do percurso, bem como a organização dos Postos de Controle, foi seriamente prejudicada, por temor à represálias; isso sim poderia ter causado problemas à prova, o que felizmente não foi registrado.

3) Quem pedala pelas ruas de Floripa diariamente, independente de qualquer autorização, está sempre correndo riscos, por estar em vias que priorizam os automóveis e a velocidade;

Ao Sr. Luis Henrique da Silveira, Governador de Santa Catarina, fica registrado o repúdio em nome dos 447 ciclistas inscritos do Audax, um evento que atraiu turistas, divisas e qualidade de vida para o estado e que, lamentavelmente, foi tratado como caso de Polícia.

Autor: Fernando Angeoletto (Caminhos do Sertão)

Mais informações no site do Audax Floripa

Esta entrada foi publicada em notícia e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

11 respostas a Audax 2009: um grande feito, apesar das trapalhadas da Polícia Rodoviária Estadual

  1. Rodrigo Junior disse:

    Parabéns!!!

    Excelente texto, excelente visão e belíssima opinião!

    Parabéns aos participantes.

    Quanto a atitude infeliz e incompetente de órgãos e governo, um comentário: Melhor vocês irem a uma sala de reunião e se organizarem.

    Abraço a todos.

  2. Fernando, parabéns pelo texto! Estou divulgando massivamente.

    Estou muito orgulhosa pela realização do evento e pelos 447 ciclistas inscritos que fizeram questão de participar, fazendo uso de seus direitos como cidadãos.

    Vergonha dessa PRE e do Governo… Ainda bem que, juntos, somos mais!

    Abraços e parabéns a todos!

    Prof. Ms. Rafaella Della Giustina

  3. Mascio Andrade disse:

    Devo confessar que fiquei apreensivo, ao ouvir a notícia no “Breefing”. Ano passado não fui ao Audax Rio também devido à estes empecilhos federais!
    No alvorecer pensei em desistir! A madrugada fria e chuvosa, uma prova que não valeria! Mas o psicológico estava forte e pronto à pedalar, e convenhamos: Gastei uma grana pra deslocar de BH até Floripa.

    A viagem de ida já demonstrava umas dificuldades! Tipo: A GOL não aliviou a taxa de R$100,00 de embarque da bicicleta. Mesmo apresentando o boleto de inscrição pago do AUDAX, carteirinha da CBC, e FMC! Uma outra vergonha para uma empresa que se diz “amiga” do passageiro! E agora vejo que me deram um recibo fajuto! Não é nota fiscal de serviço! Estou propenso a entrar na justiça pra reaver essa taxa! Estou a procura do texto de uma lei que diz que se eu apresentar esses documentos aqui citados eu tenho direito a transportar gratuitamente os equipamentos! Ninguém respeita o cidadão!

    Outra dificuldade foi deslocar-me no percurso! Não conhecia as ruas de Floripa, o percurso que havia traçado no GPS foi mudado e, portanto, quando andava um pouco mais do pelotão que estava me perdia! E alcançar Marcio May de MTB 26” com relação de trilha aos 46 aninhos e apenas 4 anos de bike! Ai Ai!
    Mas confesso! Delirei de emoção ao ver tanta bicicleta! Tantos pelotões! Aqui já no trabalho revi o vídeo do site e quase chorei de saudade!
    No mais! Audax 300 RIO, já de malas prontas!

    Um especial agradecimento a uma turma de três pedalantes com um jovem senhor ( http://img40.imageshack.us/img40/8153/audaxfloripaidolos.jpg ) que me acudiram várias vezes! Sim eles me guiaram como “ceguinho ao atravessar a rua” Não tive tempo de pegar nomes e e-mail’s, vi um foto deles aqui! E saudosamente agradeço. Muiiiiiito!
    Valeu!

  4. Mascio Andrade disse:

    Me esqueci!
    Gostaria de ter um CD com as fotos do evento. Como consigo?
    mascinho@yahoo.com.br BH-MG

  5. Nilton Branco disse:

    Lamento que os poderes públicos não dêm o devido apoio ao esporte, item importante
    para uma cidade que quer se destacar em turismo.
    Saibamos votar nas próximas eleições.

  6. rODRIGO Cesar Worms disse:

    Olá amigos de pedal.
    Ando de bike na minha cidade desde os 11 andos de idade e leio revista de bike até hoje. Qualquer cidadão que se digna e ler a constituição Brasileira e o código de trânsito brasileiro sabe que o governo Estadual e a policia rodoviaria estadual violaram vários direitos constitucionai impondo estas medidad descabidas. Seria importante se leis federais não fossem violadas por nossas autoridades estaduais.
    Lei foi feita para ser cumprida por todos.

  7. José Erivaldo de Araújo disse:

    Srs. Organizadores:

    Parabens pela Organização bem antecipada!
    Parabens pela Coragem de tocar o evento!
    Parabens pelo Civismo ecológico demonstrado por todos os participantes, coisa que falta nestes incompetentes tecnocratas
    de Santa Catarina.

  8. rutas argentinas disse:

    abracos e parabens a todos.Felicitaciones a nuestro querido y entrañable amigo y colega de rutas por haber participado en dicho evento.Estamos muy orgullosos. Tus amigos de rutasargentinas.

  9. Ariovaldo Homero Raposo disse:

    PARABÉNS PELO EXCELENTE TEXTO!!!

    Não me surpreendeu a reação da polícia e da política, infelizmente. Sou ciclista, cicloturista e usuário ativo da bicicleta para o transporte urbano. Diariamente entro em contato com seres humanos destituídos de visão ecológica da vida e com mínima percepção das coisas importantes para o mundo ou uma comunidade.

    Proponho que se deve, ao contrário de repudiar os protagonistas do ato proibitivo, agradecê-los por propiciarem este momento de reflexão e de terem mostrado ao mundo o quanto de ignorância existe no ser humano. Esta ótima oportunidade foi devidamente aproveitada por todos estes dignos ciclistas participantes do Audax.

    Estou certo de que atitudes corretas e uma boa energia é que vai ser espalhada pelo mundo, ao contrário do que vai ocorrer com o ato imbecil de proibir um evento evoluído como este.

    Também estou certo de que os ignorantes da polícia e da política vão se encontrar um dia e perceber estarem errados.

    forte abraço a todos e OBRIGADO

    até um belo dia no meu primeiro Audax.

    AHR

  10. Cezar Freitas disse:

    Deveria haver uma carta ao governador/pm com assinatura de pessoas incomodadas com a atitude dos mesmos.

  11. Marcos Luciano disse:

    Infelizmente não foi possivel participar desse evento, mas desde que soube da proibição por parte da Administração Estadual, pensei exatamente no que foi realizado. Parabéns pela coragem! Parabéns pelo texto! A partir de agora nós ciclistas elegeremos somente politicos que estejam alinhados com propostas voltadas para um mundo melhor, com mais bicicletas!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *