Gol retira a taxa extra para bicicletas – mas ainda exige embalagem

Agora  ficou mais fácil pedalar e viajar de avião. A Gol aderiu à política já praticada pela Tam e não cobra mais taxa extra para levar bicicletas. Mais um motivo para trazer sua própria bicicleta nas viagens do Caminhos do Sertão!

A Gol cresceu oferecendo viagens aéreas de baixo custo, porém não era opção viável para cicloviajantes, que  se deparavam com uma taxa de R$100 por trecho para levar a bicicleta. Isso significava até R$ 400 de gasto extra (ida e volta).  Nem mesmo as bicicletas dobráveis eram isentas da taxa, e certa vez entre Rio e Florianópolis paguei mais para levar a bicicleta do que o valor da passagem.

Felizmente a Gol modificou sua política de embarque de bicicletas, entre outros equipamentos esportivos que eram taxados como prancha de surfe, skate, esquis, etc. Curiosamente, tacos de golfe sempre foram isentos da taxa. A mudança ocorreu pela pressão de centenas de ciclistas indignados com a taxa cobrada indevidamente, e provavelmente também pelo fato de a Tam, sua maior concorrente, há anos não cobrar taxa extra de ciclistas.

Em ambas as empresas, Na TAM, para despachar a bicicleta basta entregá-la no balcão de embarque, nem precisa desmontar – confirmei essa informação com a Gol, no 0800-704-0465.  É importante levar uma bomba de ar, pois quando o compartimento de cargas não é pressurizado, é preciso tirar a pressão dos pneus para que não estourem. A Tam tabém exige que se retire os pedais e “alinhe” o guidão, portanto leve também as chaves para tal (normalmente uma Allen 5 para  guidão e chave de boca 15mm para o pedal).

Apesar de sugerirem que esteja embalada, é mais interessante  despachar a magrela montada mesmo. Além de ser mais fácil visualizar danos e eventualmente reclamar (atenção, a Gol diz não se responsabilizar sobre danos em bicicletas transportadas!), isto possibilita usar a bici como meio de transporte e não depender de carona ou táxi para chegar e sair do aeroporto.

ATUALIZAÇÃO: No feriado da páscoa, um de nossos clientes, seguindo estas informações dadas pelo 0800 da Gol, tentou embarcar com a bicicleta desmontada e foi impedido. Além do prejuízo financeiro por ter que contratar um serviço de embalagem e o assédio moral por parte dos funcionários, quase perdeu o voo tanto na ida quanto na volta, devido à falha de comunicação entre o atendimento telefônico e funcionários do check-in. Portanto, o ideal é pressio nar a Gol que aceite a bicicleta montada e enquato isso não acontecer, preferir a concorrência que não faz essa exigência!

Esta entrada foi publicada em novidade e marcada com a tag , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

3 respostas a Gol retira a taxa extra para bicicletas – mas ainda exige embalagem

  1. bruno disse:

    Ola, vc sabe como esta a condiçao de embarque de bikes hoje em dia pela TAM?

    Vou viajar daqui 2 semanas de bike e queria saber o que devo fazer.
    Obrigado.
    Bruno

  2. Olá Bruno!

    Pelo que sabemos, na Tam basta você chegar no balcão de check-in com a bicicleta montada mesmo, e eles murcharão os pneus e no máximo exigirão que vire o guidão e retire os pedais, mas na nossa experiência pessoal nem isso foi solicitado,apenas o pneu. Porém, convém contatar a Tam com antecedência, pois cada aeroporto pode ter um procedimento diferente.

    Boa viagem! Equipe CdS

  3. Ótimas Informações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *