Um fim de semana na Rota das Baleias

Relato da cicloviagem na Rota da Baleia de 7 a 8/setembro/2013
Imbituda (Praia do Rosa, Ibiraquera) e Garopaba (Ouvidor, Ferrugem)
fotos e texto por Jonatha Jünge

Com o feriado de 7/setembro num sábado, a solução foi fazer a nossa tradicional cicloviagem na Rota das Baleias na sua versão de fim de semana – e não poderia ter sido melhor! Dois dias de ótimas pedaladas, com muito sol e, claro, a presença de nossas amigas baleias.

Para aproveitar bem os dias, todos chegaram na nossa charmosa pousada na Praia do Rosa na sexta a noite. Assim, no sábado, tomamos café com a incrível vista da lagoa de Ibiraquera e cedinho já estávamos montando nas magrelas!

Foram 9 cicloviajantes: a turma de Jaraguá, dos quais alguns se diziam despreparados – mas que nem deram bola pro carro de apoio e pedalaram tudo! E mais os amigos de Floripa: uma ciclista de primeira viagem e um já veterano das viagens do CdS (em sua segunda ida para Rota das Baleias, desta vez com o objetivo de fotografar as Baleias Franca). Fechando o grupo os guias.

O sábado amanheceu ensolarado com com um forte vento nordeste, ou seja, vento contra até Garopaba. Pedal de aquecimento do Rosa à praia do Ouvidor, e ali pegamos a exclusiva trilha pelo projeto Gaia Village, cruzando as dunas e a restinga por um caminho super tranquilo e abrigado do vento. Uma parada para conhecer o local e tomar um suco de uva, e seguimos para as praias da Barrinha e Ferrugem.

A pequena barra estava aberta e com uma forte correnteza, o que tornou a travessia uma aventura, na tentativa de não afundar com as bicicletas. Poucos aceitaram a ajuda do guia, um sinal de que este grupo iria topar todas as surpresas do roteiro. E bora pedalar até o centro histórico de Garopaba, onde servimos o lanche do dia abrigados do vento, sob a antiga igreja.

A segunda metade do dia começou com algumas “subidinhas” – mas que num roteiro praticamente plano como este, se tornaram um belo desafio, mesmo com o vento a favor. No meio do caminho, a possibilidade de fazer uma trilha extra não assustou ninguém, e seguimos morro acima, ora pedalando, ora empurrando a bicicleta na lama.


Eis que na trilha ganhamos a companhia de um cavaleiro que rapidamente se torna o guia da frente, enquanto nos conta dos caminhos para o alto do morro e da destreza do seu cavalo que senta como um cão adestrado!

O dia termina com uma pedalada ao sabor do vento até a pousada e um pôr do sol estonteante. O guia Gabriel puxa uma sessão de yoga no espaço da pousada, antes do jantar mineiro regado à um bom vinho e cerveja artesanal.

No segundo dia descemos para o costão sul da Praia do Rosa e, novamente, uma trilha nos leva morro acima para uma vista privilegiada da região.

Praia do Luz, Ibiraquera e Praia da Ribanceira – devido à maré baixa e à barra fechada pedalamos tudo pela praia – e já no início do caminho, as primeiras Baleias Franca aparecem abanado suas caudas para nós!

Do mirante na Ribanceira, mais baleias à vista! O grupo caminhou até a ponta e de lá pôde ver um filhote dando saltos para fora da água, bem pertinho do costão, a poucos metros de onde estavam. Não é a toa que programamos esta parada num dos pontos preferidos das Francas.

Retornamos pedalando contra o vento, uma experiência bem diferente, mas bom para abrir o apetite. De volta a Barra de Ibiraquera fazemos nosso lanche à beira da grande Lagoa e relaxamos antes dos últimos quilômetros de volta a pousada.

Com dois dias bem pedalados por caminhos e trilhas para todos os gostos, na companhia de novos amigos e algumas baleias, terminamos a cicloviagem num dos trechos mais belos do litoral brasileiro. Até próxima!

Saiba mais sobre este roteiro e próximas saídas em:
www.caminhosdosertao.com.br/destinos/baleias

Álbum completo de fotos no Flickr e Facebook.

Esta entrada foi publicada em relato de viagem. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas a Um fim de semana na Rota das Baleias

  1. Tani Lisi de Souza disse:

    Achei tudo muito lindo e gostaria muito de participar de onde é grupo?

  2. Olá Tani, somos uma operadora de cicloturismo com sede em Florianópolis, mas temos participantes de todo do país. Entre em nosso site e saiba mais: http://www.caminhosdosertao.com.br!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *